Monstro Animal
TREM QUE PULA, TRACAJÁ, SANGUINOLENTO!

Arquivo de janeiro 2011

Introspecção lV

janeiro 31, 2011

Sentia que estava sedado, sabia que haviam ministrado doses cavalares de sedativo para ele. Mesmo assim a razão insistia em mantê-lo em estado de alerta. O choque inicial o acometeu, porém não chegou a tirá-lo do ar por dias, como sabia que acontecia com outras pessoas e como gostaria que tivesse acontecido com ele. Qualquer […]

Introspecção lll

janeiro 30, 2011

Sentia-se arrependido. Sentiu-se desgraçadamente nauseado. Não haveria volta, a sensação que tentara evitar arrebatava-lhe incondicionalmente. A pressão despencou e ele não teve forças para manter-se alçado e deu com o centro da testa na mesa. O barulho que a testada produziu já estava longe do domínio dele, foi direto de encontro aos pensamentos: o vermelho vivo […]

Introspecção ll

janeiro 28, 2011

Sentia como se derretesse. Uma de suas sensações favoritas, rendia-se à comoção dos lençóis. Um grito, um novo golpe, uma última entrega e o prêmio inconfessável: ela era simplesmente viciada. E mergulhava na força daquilo como se nascesse de novo, como se desse à luz a si mesma, como se fosse trigêmea. Por isso, quando chegava a […]

Introspecção

janeiro 25, 2011

Sentia que ficava louco. A sanidade deixava o seu corpo como água que escorre de um saco furado. Sempre soube que a linha que dividia a lucidez da insanidade era muito tênue, frágil, nada mais do que um fino traço esboçado pelas mãos imprecisas da história, dos dogmas, dos costumes, somente isso. Muito diferente da ribanceira […]

Aniversário de um ano

janeiro 20, 2011

Todas as noites eram de lua cheia. Planalto Central do Brasil. A rua principal repleta de pizzarias e creperias decoradas com filtros dos sonhos, cristais e incensos. Descobriram que o mapa do Brasil pode ser equilibrado sobre uma ponta de agulha justamente onde se localiza a cidadezinha. Faça o teste: pegue um mapa do Brasil, uma agulha, e vá buscando […]

Presente: Nada especificamente

janeiro 20, 2011

Do Rátu Diego Moraes, vulgo “100%” –  namorado do Meia e herói do Pé – Bróder de Londrina que pensa que sabe alguma coisa nessa vida: Não tem mais nada pra fazer? Vai lá ver as barbaridades que o cara tem pra dizer: http://www.nadaespecificamente.blogspot.com/

Janelas abertas

janeiro 18, 2011

Contagem regressiva: agora faltam 2 dias para o Monstro Animal completar seu primeiro ano de vida. Um baby crawler ainda… Praticamente uma pessoa, um personagem, um amigo, esse é o Monstro Animal aos olhos do seu criador. Nem sempre é possível alimentá-lo com a mesma frequencia que eu gostaria, até porque o alimento do Monstro […]

Escrever, não ler e ainda bater o pau em cima da mesa

janeiro 14, 2011

Nunca respeitamos linhas, a gente fura elas, a gente escreve numa espécie de zigue-zague. Nunca vimos linhas na nossa frente, raramente utilizamos parágrafos, frequentemente ignoramos a pontuação. A gente sabe usar, mas nem sempre estamos afim. É como os modos que, muitas vezes, preferimos não tê-los. Somos da geração que bate o pau em cima […]

Jabuticabas

janeiro 11, 2011

Ela detestava nele a mania de tocar-lhe as costas cada vez que se deitava para dormir. Odiava o lençol preso embaixo do colchão e arrancá-lo era a primeira coisa que fazia ao deitar na cama dele. Tinha pavor daquele ronco intermitente e descompassado e fugia da água morna para fria do banho de meia hora […]

Um romance solto no tempo

janeiro 6, 2011

O ano novo começou. As horas passaram, os dias passaram, meses, 2010 terminou, começa 2011, tictactictac, o relógio te governa novamente, sempre governou, você é um escravo do tempo, seus braços e pernas estão presos  aos ponteiros do relógio que gira e é como se te torcesse realmente, retorcesse, como se te desse um nó, […]