Monstro Animal
TREM QUE PULA, TRACAJÁ, SANGUINOLENTO!

Arquivo para fevereiro 2011

Uma a Uma

fevereiro 27, 2011

“Pequenas gotas do mar Uma a uma o oceano   Pequenas células Uma a uma o ser humano   Pequenas gotas no céu Uma a uma a tempestade   Pequenos segundos Um a um a eternidade”   Uma a Uma, do álbum Mafaro, do André Abujamra. Ducaralho. Du Grrrrrrrrrannde caralho. Ando meio viciado nesse som. […]

Recém-nascido

fevereiro 14, 2011

Não que eu não seja feliz e nem é que eu esteja infeliz, mas os meus textos não sabem como, nem pretendem ser alegres. Os textos tristonhos me agradam, os alegres me enchem de tédio e frustração. Eu não tenho muito controle sobre o meu próprio humor, não sou soberano de mim mesmo, não tenho […]

O escritor e as mexericas

fevereiro 4, 2011

O homem escrevia amiúde. Na verdade escrevia todos os dias. Para dar um retrato mais preciso, esse homem passava muitas horas do dia dedicando-se a escrever. A rotina diária dele era acordar, jogar uma água no rosto e sentar-se diante do computador. Quando sentia fome, apanhava uma mexerica, descascava, comia e, em seguida, voltava a […]

Introspecção V

fevereiro 1, 2011

Sentia como se boiasse. Ironicamente as horas que poderiam preceder a sua morte eram como se o remetessem de volta ao conforto do útero materno. Ele poderia estar prestes a romper o limite entre a vida e a morte, caminhava sobre a linha divisória, quase atravessando para “o outro lado” e sentia justamente como se […]