Monstro Animal
TREM QUE PULA, TRACAJÁ, SANGUINOLENTO!

Arquivo de abril 2011

Você sacou a minha esquizofrenia

abril 29, 2011

Você me chamou pra dançar aquele dia Mas eu nunca sei rodar Cada vez que eu girava parecia Que a minha perna sucumbia de agonia Em cada passo que eu dava nessa dança Ia perdendo a esperança Você sacou a minha esquizofrenia E maneirou na condução Toda vez que eu errava você dizia pra eu […]

Nua noite

abril 27, 2011

Ei-la A noite a despir-se descortina-se e entrega-se nas mãos daqueles que souberam se apacientar Misteriosa, insondável, cheia de luzes, sorri-me discretamente Entre milhões de pessoas, penso ser o único a reconhecer o sorriso secreto da noite Quando sou sonso sob uma santa ingenuidade ela me escapa, disfarça-se em cem formas diferentes Quando ofereço as minhas vísceras e esgarço o meu […]

Noventa dias

abril 25, 2011

Renovação. Inspire-se. É tempo de mudar. Não sei dizer o que é mais difícil Se deixar a cidade natal ou voltar para ela. Quem saberia responder precisamente? É mais fácil bater asas ou abrigar-se no ninho? O mundo é mesmo tão grande? Devo plantar hoje para colher amanhã Ou viver cada dia como se fosse […]

1 Ano de Mafaro no auditório Ibirapuera

abril 22, 2011

O meu xará, André Abujamra, convida para a comemoração de 1 ano do lançamento do show-filme Mafaro. As letras desse álbum frequentam esse blog, é só dar uma rolada aí pra baixo e você vai ver. O CD dificilmente sai de dentro do rádio do meu carro. Já tentaram roubar umas duas vezes, mas quebrei […]

Vidinha boa de merda

abril 21, 2011

Ao acordar, nu, foi que me dei conta: Eu havia dormido sobre a minha própria baga de cigarro. Segui direto para a sala com aquele arrependimento horrível A única sensação pior que a do despertar É a constatação irrevogável de ter caído no sono. Sobre a mesa de centro a taça de vinho ao lado […]

O dia quando a filha da sorte foi viver com a morte

abril 16, 2011

Aqui vêm os textos Mas a quê vêm os textos? Se até a galinha choca Pode a palavra chocar? A leitura está em quem lê E não em quem escreve Pois quem escreve, escreve E quem lê, interpreta e carrega consigo. Estava escrito sobre o muro Que a corda sempre rói Que o forte se […]

Adoravelmente insone

abril 12, 2011

Não gosto de dormir O sono regular é a eutanásia dos boêmios Uso o dia para trabalhar À noite gosto de me ocupar de outras coisas A noite me mastiga, me engole e me regurgita de volta ao dia seguinte Eu detesto dormir Gosto de ficar acordado observando os seres e as sombras da noite […]

Louis Armstrong

abril 11, 2011

Revolução e repressão na Síria, na Tunísia Tiroteio na escola do Rio de Janeiro Líbia – Muammar Khadafi Haiti Japão… … and I think to myself: “What a wonderful world”

Eu, Slash, Pâmela e as coisas da vida

abril 9, 2011

Conhece esse tio deitado aí atrás da garrafa de bourbon? Ele é o Slash, que já foi guitarrista do Guns, do Velvet Revolver e que atualmente segue carreira solo. Desde quando comecei a ouvir falar dele, esse cara sempre foi um dos maiores guitarristas do mundo. Ontem o Slash esteve em Curitiba, detonando puro rock […]

De porta em porta

abril 5, 2011

Pelas linhas você seria capaz de sentir o meu pulso? Se o texto te toca de alguma maneira É o meu sangue correndo pelas veias De alguma forma os ponteiros do relógio caíram Eles seguem marcando seis e meia indefinidamente Pensar em pele nesse momento é como voltar a ser criança Pegar o carro escondido, soltar-se […]